31 de Dezembro - Calendário Mágico

Hogmanay e Sidh

Esse ritual escocês diz que devemos abrir todas as portas e janelas à meia-noite para permitir a saída do velho e a entrada do novo.
Na Irlanda, Sidh manda que se coloque 3 nozes na janela, com um desejo dentro de cada uma.
Dizem que os elfos passam à meia-noite e ajudam-nos a realizá-los!

30 de Dezembro - Calendário Mágico

Noite dos desejos

Vá a um lugar tranqüilo onde possa vê o céu e pisar na terra.
Olhe o céu longamente e pense em tudo que deseja realmente realizar.
Depois escreva uma carta para o seu anjo agradecendo todos os desejos que você realizou, como se já houvessem acontecido.
Deixe-a no altar, sob uma vela branca e um incenso de canela.
No dia 31 queime a carta em uma vela branca e jogue as cinzas ao vento...

29 de Dezembro - Calendário Mágico

Dia das Norns

As deusas do destino escandinavo cuidavam do poço sagrado que ficava sob as raízes da árvore da vida, Yggdrasil.
Vá até as raízes de uma árvore e peça as Norns que lhe mostrem algo de seu destino e que iluminem o seu caminho.
Então amarre uma das raízes com linha vermelha.
Você estará criando uma ligação com as deusas do destino.

27 de Dezembro - Calendário Mágico

Nascimento de Freya

Freya traz em si o poder do amor e das magias, segundo as tradições germânicas.
Era também uma deusa guerreira, líder das Valquírias, e hoje você pode usar sua espada em um ritual para ela, apontando-a para cima e pedindo-lhe que guie você em seu caminho pela magia, bondade e justiça.

26 de Dezembro - Calendário Mágico

Dia de Hórus

Deus egípcio do Sol, representado com cabeça de falcão.
Hoje, acenda uma vela amarela para Hórus e peça-lhe proteção e luz para seu caminho. Acreditava-se que esse deus tinha nos olhos o Sol e a Lua.
Seu olho esquerdo representava o barco da Lua que levava os espíritos dos mortos para o Sol.

25 de Dezembro - Calendário Mágico

Natal

Para os antigos celtas, 25 de dezembro representava o momento da fertilidade, da Mãe-Terra que dava à luz a “criança Sol”.
Essa foi também a data escolhida pela Igreja católica para o nascimento de Jesus. Muito antes dele, muitos povos celebravam essa data com festa e alegria.
Hoje seja gentil e doce com todos e ofereça o maior presente que você pode dar: seu amor incondicional e universal.

24 de Dezembro - Calendário Mágico

Modresnasch

Pela tradição germânica, hoje presta-se uma homenagem a todas as mães.
Enfeita-se uma árvore como homenagem à Mãe-Terra. Hoje, coloque ramos de trigo em sua árvore natalina ou em plantas de sua casa.

21 de dezembro - LITHA- Solstício de Verão

Em 2008, no Hemisfério Sul, ocorre no dia 21/Dez às 09h04min (Horário de Brasília, não considerando o Horário de Verão).

O Solstício do Verão (ou Meio do Verão, Alban Hefin ou Litha), também conhecido como Dia de São João, na Europa, marca o dia mais longo do ano, quando o Sol está no seu zênite.
Para os Bruxos e os Pagãos, esse dia sagrado simboliza o poder do Sol, que marca um importante ponto decisivo da Grande Roda Solar do Ano, pois, após o Solstício do Verão, os dias se tornam visivelmente mais curtos.
Litha é uma celebração essencialmente do Fogo, assim como todos os ritos de Verão na Wicca. Ocorre no hemisfério Norte por volta de 21 de junho e no hemisfério Sul por volta de 21 de dezembro.
Litha ocorre no Solstício de Verão, momento em que o poder do Sol chega ao seu ápice e as flores, as folhagens e os gramados encontram-se em abundância na Natureza. É o dia mais longo do ano, no qual o poder da luz se encontra acima da escuridão, garantindo poder e proteção.
Nesse período celebramos a abundância, a luz, a alegria, o calor e o brilho da vida proporcionados pelo Sol. Nesse instante o Sol transforma as forças da destruição com a luz do amor e da verdade.
Agora o Deus Sol chegou ao seu pico de poder.
Ele é um adulto e tornou-se Pai (dos grãos), devido a sua união com a Deusa em Beltane.
Em toda a sua plenitude e poder ele traz o calor do Verão e a promessa total de fertilização do solo, dos grãos, para que haja uma colheita farta e abundante. A Deusa foi fertilizada pelo Deus.
Animais crescem livres e sabem que os raios protetores do Sol irão prover suas necessidades.
Litha é o auge do poder do Sol, mas prenuncia também o seu declínio.
A partir de agora o Deus Sol começará lentamente a sua caminhada rumo ao País do Verão (Outro Mundo), e morrerá em Samhain.
É por isso que em algumas Tradições Pagãs esse Sabbat marca o fim do reinado do Deus do Carvalho (Senhor do Ano Crescente) e o início do reinado do Deus do Azevinho (Senhor do Ano Decrescente), que durará até Yule, no qual será substituído novamente.
Há muitas lendas e ritos que envolvem a noite do Solstício de Verão.
Um dos costumes mais populares em toda a Europa e Norte da África é a Tradição de colher ervas medicinais e mágicas nesse dia, já que a força e o poder mágico estão no auge por causa do momento astral, que contém todo o poder sanador do sol e toda a plenitude da Terra.
As ervas são tradicionalmente colhidas nesse dia para capturar o poder do sol que está em seu apogeu.
Visco, basílico e outras inúmeras plantas são colhidos ritualisticamente e usados para preservar a energia nos tempos frios em encantamentos e sortilégios.
Há também uma infinidade de lendas mágicas que nos falam de Antigas Tradições de banhos purificadores e curas milagrosas realizadas nas noites do Solstício de Verão em fontes, rios e cachoeiras.
Acredita-se que tudo aquilo que for sonhado, desejado ou pedido na noite da Litha se tornará realidade.
Os antigos povos da Europa acreditavam que, nessa noite, Puck, Pã e todos os Elfos, Fadas, Duendes e Gnomos andavam correndo pelos campos e florestas e poderiam ser facilmente vistos e contatados.
Nesse dia os amuletos do ano anterior são queimados e novos talismãs de proteção, poções para sonhos proféticos e filtros são feitos para aproveitar o grande momento de poder.
É costume acender uma grande fogueira, continuando a Tradição de Beltane, e pular sobre ela para livrar-se dos infortúnios e negatividade.
Tradicionalmente a fogueira é acesa com a fricção dos gravetos de duas árvores mágicas: o abeto e o carvalho.
Litha é o melhor momento para fazer rituais na praia, ao ar livre, praticar divinação e brincadeiras, assim como cantar em homenagem aos Deuses Antigos, dançar e contar histórias em volta da fogueira.
Essa é a noite do Poder Mágico.

Correspondência de Litha


Cores: laranja, amarelo, verde, azul, branco.
Nomes alternativos: Solstício De Verão, Feil Seathain.
Deuses: todos os Deuses Solares e Deusas da fertilidade.
Ervas: sálvia, menta, basílico, cebolinha, salsa, alecrim, tomilho, hissopo, madressilva, urze vermelha, urze branca, lavanda, samambaia, visco, verbena, musgo, íris, sorveira, carvalho, abeto, pinheiro, sementes de anis, aveleira.
Pedras: rubi, diamante, conchas do mar, quartzo branco, âmbar, citrino, olhos-de-gato, topázio amarelo, turmalina amarela, peridoto, cornalina, calcita.
Atividades: Pular uma Fogueira, um Caldeirão com chamas ou uma vela; Pintar Runas e outros símbolos mágicos em pedaços de madeira, conchas, papel, pedras; consagrá-los e pendura-los em suas portas e janelas para proteção; Colher ervas e plantas mágicas nesse dia; Fazer um Bastão Mágico; Fazer uma Cruz Solar e pendurá-la no seu jardim ou porta, decorá-la com elementos da Natureza; Fazer uma Coleira de Bruxa (Witch’s Ladder) que represente a necessidade que você precisa alcançar; Acender velas, fazer oferendas e libações ao Povo das Fadas; Pendurar ervas na lareira, sala e cozinha para secarem.
Comidas e Bebidas Sagradas do Sabbat: frutas frescas, vegetais frescos, patê de ervas, pães de cereais, vinho, suco, cerveja e água.

Fazendo um Roda Solar
A Roda Solar é utilizada desde tempos remotos como símbolos do Sol. É especialmente feita em Litha para representar o apogeu do Sol e colocada na Natureza como oferenda aos elementais ou pendurada em nossa casa como um amuleto protetor.
Para fazer uma Roda Solar você vai precisar de:
· Galhos e ramos maleáveis,
· Fitas e símbolos mágicos relacionados à proteção.

Entrelace os ramos maleáveis fazendo uma circunferência.
No interior dessa circunferência estabeleça uma linha vertical, utilizando mais galhos e ramos.
Faça um linha horizontal, cruzando a vertical, formando assim uma cruz de braços iguais dentro da circunferência.
Enfeite sua Roda Solar com as fitas e os símbolos escolhidos.
Pendure-a em uma árvore, numa porta ou parede de sua casa, enquanto diz:

Pelo Terra e pelo Ar,
Pelo Fogo e pela Água,
Esta Roda Solar será pendurada.
Que Ela possa me proteger e todo o mal afastar
E que a Deusa e o Deus possam me abençoar.
Pela fora e pela Magia e pelos poderes das Graças,
Que assim seja e que assim se faça!


Fazendo um Coleira de Bruxa (Witch’s Ladder)

As penas sempre foram utilizadas em inúmeros propósitos mágicos, e talvez o mais famoso encantamento feito com elas seja a Coleira de Bruxa (Witch’s Ladder).
Três fios de diferentes cores são trançados juntos – as cores dependem do propósito da Coleira de Bruxa – e nove penas, nas cores associadas ao seu desejo, são amarradas ao longo do fio entrelaçado.
Ao final da confecção, una as pontas dos fios.
Use:
Branco: para equilíbrio, proteção, paz e as bênçãos da Lua.
Vermelho: para coragem, vigor, dinamismo, garra, conquista de algo muito difícil.
Azul: harmonia familiar e poderes psíquicos.
Amarelo: saúde, inteligência, sorte nas vendas.
Verde: prosperidade, proteção, abundância.
Laranja: sucesso.
Rosa: amor.
Marrom: conquistas materiais.
Preto: proteção, afastamento da negatividade, neutralização de feitiços.

Durante toda a confecção da Coleira de Bruxa, mentalize o seu desejo e peça aos Deuses o auxílio necessário para alcançá-los.
Pendure a sua Coleira de Bruxa na janela do seu quarto.
Quanto mais o vento soprá-la, mais o seu desejo estará próximo de tornar-se realidade.

Ritual de Litha

Material necessário:
- Caldeirão;
- Três velas vermelhas;
- Uma pedra de rio;
- Cálice com vinho;
- Álcool de cereais;
- Canela em pau.

Procedimento: coloque as três velas vermelhas em forma de um triângulo, que aponte para cima.
Ponha o Cálice no meio do triângulo de velas.
Trace o Círculo Mágico e diga:

O Senhor do Sol abençoa nossa Terra com seus raios e nos protege com a sua dança. Que Ele abençoe os solos para que as plantações amadureçam.

Ao acender cada uma das velas, diga:

Celebro a alegria do Sol e a sua luz que abençoa a Terra com alegria e amor.

A cada vela acesa faça um pedido à Deusa e ao Deus. Eleve a Taça, dizendo:

Este é o verdadeiro Graal da sabedoria e inspiração e ventre condescendente da Deusa e de suas águas fertilizadoras.

Dentro do Caldeirão derrame um pouco de vinho com um pouco de canela em pau e álcool e acenda.
Segure a pedra por alguns instantes e transfira a ela todos os seus medos, rancores e aquilo que para você atrapalha o seu sucesso e progresso. Deixe a pedra aos pés do Caldeirão e pule-o, dizendo:

Com este pulo eu me liberto de todas as coisas que impedem o meu avanço.

Beba um pouco de vinho e faça uma libação, dizendo:

Eu bebo este vinho em honra ao Deus Sol e à Deusa Terra.

Dance e cante em homenagem aos Deuses.
Destrace o Círculo

dia 23 de Dezembro - Calendário Mágico

Dia de Harthor

Dia dedicado à deusa do Amor e da alegria.
Ótimo momento para um ritual de amor.
Pegue um tambor ou improvise um e comece a bater, levemente, criando um ritmo próprio, imaginando grandes ondas de Amor aproximando-se enquanto bate.

dia 20 de Dezembro - Calendário Mágico


Festival da Mãe da noite

Na mitologia germânica, a Mãe da Noite dominava os sonhos e profecias, e hoje pode ajudar-nos a ter sonhos reveladores.
Para isso, antes de dormir, acenda um incenso de ópio e chame a deusa cantando uma cantiga de ninar.

dia 17 de Dezembro - Calendário Mágico


2º dia de Sapientia

dia 16 de Dezembro - Calendário Mágico

1º dia de Sapientia

Esse festival romano honra a deusa da Sabedoria e durava 2 dias.
É um bom momento para pedir esclarecimento da deusa sobre algum assunto de difícil solução.
Acenda 3 velas amarelas unidas e concentre-se na chama.
Peça a Sapientia que clareie sua mente e seus caminhos

dia 15 de Dezembro - Calendário Mágico


Festival de Alcione

Na Grécia antiga, celebrava-se a paz e a harmonia trazidas por essa deusa. Hoje acenda uma vela branca e reze pela paz no mundo.

Segundo a minha amiga Aislin (em 09/11/2010) me alertou dizendo que falhei ao não dizer que esse texto foi retirado do "Diário Vida e Magia de Eddie Van Feu", mas na verdade foi retirado do Calendário da Eddie de 2004!!.
Mesmo assim, aqui me retrato e dou os devidos créditos a quem pertence. (Afinal sem as palavras da Eddie (O Mundo de Eddie) eu não teria enveredado por esse mundo tão rico e lindo da magia) a "alguns anos atrás...

Obrigada Aislin pela correção e à  Eddie pelo pioneirismo e inspiração.

Dia da deusa Lucina

Deusa sueca da iluminação.
Hoje, faça um bolo e coloque sobre ele uma coroa de velas.
No fim da noite, ofereça o bolo a todos os que vivem na casa, garantindo assim mais um ano de boa sorte e prosperidade.

15 de Dezembro - Calendário Mágico

Festival de Alcione

Na Grécia antiga, celebrava-se a paz e a harmonia trazidas por essa deusa.
Hoje acenda uma vela branca e reze pela paz no mundo.

13 de Dezembro - Calendário Mágico


Dia da Deusa Lucina

Deusa sueca da iluminação.
Hoje, faça um bolo e coloque sobre ele uma coroa de velas.
No fim da noite, ofereça o bolo a todos os que vivem na casa, garantindo assim mais um ano de boa sorte e prosperidade.

11 de Dezembro - Calendário Mágico


Dia de Hermes

O mensageiro dos deuses gregos.
Hoje, amarre duas penas juntas com uma linha amarela.
Dê 3 nós, mentalizando seu desejo em cada um.
Vá a um lugar livre e solte as penas ao vento, pedindo que Hermes leve seus desejos aos deuses e que eles ajudem-no a realizá-lo.

10 de Dezembro - Calendário Mágico

Festival de Lux Mundi

Festival romano em honra a deusa Liberdade.
Hoje, livre-se daquilo que lhe prende.
Faça algo inusitado, invente um encantamento.
Pode ser uma dança ou um bolo mágico...
às vezes temos que no livrar de certas regras.

08 de Dezembro - Calendário Mágico

Festival de Ixchel

Deusa maia que tudo abraça, a dama da noite.
Neste dia ela está em toda parte, distribuindo energia de amor e entrega aos que estiverem sintonizados com as energias superiores.
Acenda uma vela rosa e um incenso de dama da noite e sinta-se envolvido por um abraço. Peça a Ixchel que lhe ajude a conquistar o amor e a amizade que dão sabor à vida.

07 de Dezembro - Calendário Mágico

Dia de Ghob

Ghob é o rei dos gnomos.
No seu dia, oferte-lhe um pequeno tesouro, deixe em uma caixinha algumas moedas douradas, doces e balas e outros objetos pequeninos enterre-a oferecendo esses “tesouros” a Ghob.

06 de Dezembro - Calendário Mágico

Dia de São Nicolas

Antigas tradições russas dizem que colocar uma cenoura na janela para o cavalo de São Nicolas atrai a boa sorte e a prosperidade para o Ano Novo.
Diz a lenda que Aão Nicolas vivia em um lugar chamado Myra, hoje Turquia, há aproximadamente 300 anos dC.
Após a morte de seus pais, Nicolas tornou-se padre. As histórias contam que São Nicolas colocava sacos de ouro nas chaminés ou os jogava pela janela das casas. Os presentes de natal jogados pela janela caíam dentro de meias que estavam penduradas na lareira para secar.
Daí a tradição natalina de pendurar meias junto à lareira para que o Papai Noel deixe pequenos presentinhos. Alguns anos depois, São Nicolas tornou-se bispo e, por esse motivo, passou a vestir roupas e chapéu vermelhos e barba branca. Depois de sua morte, a Igreja nomeou-o santo e, com o início das celebrações de Natal, o velhinho de barba branca e roupas vermelhas passou a fazer parte das festividades de fim de ano.

02 de Dezembro - Calendário Mágico


Festa de Shiva

Shiva é o deus hindu da dança e do movimento eterno e simboliza o início e o fim. Hoje, acenda uma vela azul e peça a Shiva que lhe dê sabedoria para reconhecer os bons momentos de sua vida e paciência para ultrapassar os ruins.



Hari Kugo, o Festival das Agulhas no Japão honrando as ferramentas e artes das mulheres, dedicado às deusas padroeiras das artesãs japonesas.

Reverenciavam-se as deusas:

Chi Nu – a “Tecelã do Céu”, que tecia as roupas das divindades com as cores do arco-íris;
Hsua Yuan – a deusa dos bordados;
Hani-yasu-bime-no-kami – a “Princesa do Barro”, a padroeira dos artesãos de argila; Huang Daopo – a deusa do algodão;
Kamu-hata-dime – a deusa do tear, e
San Gufuren – a deusa do bicho-da-seda.

Comemoração grega de Arachne, a jovem e orgulhosa tecelã que desafiou a deusa Athena para uma competição.
Arachne teceu uma maravilhosa tapeçaria, retratando, porém, todo o Panteão grego em poses indecorosas.
Athena rasgou seu trabalho; Arachne, envergonhada, enforcou-se.
Seu espírito foi transformado em aranha por Athena e sua espécie guarda até hoje seu nome (aracnídeos).

Festival de Shiva, o deus hindu da dança.

copiado de Teia de Thea

Aracne era uma jovem mulher de Lídia, por vezes considerada uma princesa, que arrogantemente ofendeu a deusa Atena, e sofreu as terríveis consequências.  
A história de seu orgulho desdenhoso e arrogante foi dito em toda a Grécia antiga e  ajudou a servir como um aviso para todos os mortais respeitarem os deuses.
A
mulher mortal Arachne , foi verdadeiramente talentosa na arte da tecelagem.  
Seus produtos eram de acabamento perfeito e o próprio ato de confecção de sua tecelagem era um espetáculo digno de ser visto.  
As ninfas da floresta abandonaram seus afazeres para vir observar Arachne praticar a sua magia e se maravilhavam com o seu talento.
Tão notável foram suas obras que os observadores vezes quis cumprimentar Arachne e eles comentavam que ela   haviasido treinada pela deusa padroeira dos tecelões - a grande deusa Athena.

Arachne zombava disso com grande desprezo.  
Ela estava revoltada por ter sido colocada em um lugar inferior à deusa impetuosa e proclamou que Athena não poderia fazer melhor do que ela.
Athena ouviu isso e ficou muito perturbada com a 
ousada afirmação de Arachne, mas ela decidiu dar à jovem a chance de se redimir.  
Assumindo a forma de uma velha mulher, ela apresentou-se à Arachne e de forma amigável avisou para ter cuidado para não ofender os deuses, para que ela não atraísse sua ira.
Mas Arachne com um suspiro disse para a velha para ir embora e ao sair disse
impetuosamente que sua arte era muito superior a da deusa Athena.
Ela ainda acrescentou que aceitaria competir com a deusa, e, se perdesse, aceitaria sofrer qualquer punição que a deusa considerasse necessária.
Foi quando caiu
o disfarce e Athena revelou sua verdadeira identidade.  
As ninfas e outros transeuntes que tinham vindo a admirar a tecelagem de Arachne   encolheram-se com medo e cairam de joelhos em reverência à deusa do Olimpo, mas Arachne não se abalou e manteve sua posição.  
Ela tinha feito uma afirmação arrogante, independentemente das conseqüências.  
É assim que a arrogante e vã Arachne era.  
Era óbvio que tinha que lhe ser ensinada uma lição, e Athena era apenas a deusa a fazê-lo.
As competidoras tomaram seus postos e anexado suas teias para as vigas, a mortal no seu tear, a deusa no dela.
Athena teceu em sua teia a grande cena de sua disputa com Poseidon sobre a cidade de Atenas.  

Um belo panorama desenvolvido a partir de tópicos, mostrando Poseidon e a nascente de água e sal e Athena com uma oliveira, presente para o povo da cidade que teria seu nome.
Os espectadores ficaram maravilhados com o trabalho da deusa, com a velocidade  e destreza com que ela manipulou a lançadeira delgada, passando por entre os fios.
Athena fez questão de inserir nos quatro cantos incidentes mostrando o descontentamento dos deuses com mortais presunçosos que se atreviam a lutar com eles.  

Ela quis com isso avisar Arachne a desistir do concurso antes que fosse tarde demais.
Arachne, por sua vez, criou uma tapeçaria mostrando cenas de várias infidelidades de Zeus: Leda com o cisne, Europa com o touro, Danae e a chuva de ouro.  

Tão belo foi o trabalho da mortal que o touro parecia nadar através da tapeçaria com uma menina real sobre os seus ombros. 
Mesmo Athena se viu forçada a admitir que o trabalho de Aracne era impecável. (se  Arachne foi realmente melhor do que Athena ainda é um mistério - nunca saberemos ...)
Irritada com o desafio de Arachne, bem como a presunção de sua escolha dos temas, Athena rasgou a tapeçaria em pedaços e destruiu o tear.  

Então, ela tocou a testa de Aracne, certificando-se que ela sentia culpa integral por suas ações.  
Arachne finalmente percebeu sua loucura e foi consumida pela vergonha, mas a culpa era demasiado profunda para sua pobre mente mortal.  
Deprimida, ela fugiu e se enforcou.
Athena teve pena do
enforcamento de Arachne.
Ela não era uma deusa mesquinha e muito provavelmente não esperava que Arachne cometesse suicídio.  
Ainda assim, ela tinha que ensinar-lhe uma lição, assim, ela trouxe Arachne de volta à vida, mas não como um ser humano.  
Por aspergi-la com o suco do acônito, Athena transformou a mulher em uma aranha, ela e seus descendentes para sempre destinados a pendurar-se em colunas e girar incessantemente em suas teias.
É assim que as aranhas vieram a existir.


copiado de http://www.thanasis.com/store/arachne.htm

tradução livre.

1º de Dezembro - Calendário Mágico

Festival de Posseidon

Deus grego do oceano.
Coloque em seu caldeirão ou em uma bacia branca, água da chuva e sal, ou água do mar.
Deixe uma água-marinha (pedra), repousando por 3 noites seguidas.
Sempre que precisar de força interior, recorra a essa pedra encantada pelo poder dos mares.

28 de Novembro - Calendário Mágico

Dia do Dragão Interior

Hoje, o dragão adormecido dentro de nós desperta para queimar com suas chamas, todos os obstáculos.
Acenda 3 velas bem juntinhas e imagine seu dragão despertando e queimando todos os obstáculos de sua vida, um por um.

27 de Novembro - Calendário Mágico

Dia de Parvati Devi

Parvati era esposa de Shiva e dividia-se em 3 aspectos:
Lakshimi, Sarasvati e Kali.
Celebre hoje o amor de Parvati por Shiva, jogando pétalas brancas ao vento.
Assim, você estará atraindo amor para sua vida.

26 de Novembro - Calendário Mágico

Portal de Novembro

Hoje, eleja um lugarzinho especial em sua casa ou jardim para ser o seu portal particular.
Consagre-o com incenso de alecrim e mentalize os pequenos seres mágicos entrando e saindo dali, pois seu poder dará fora a este lugar mágico.
Sempre que necessitar das forças mágicas, recorra ao seu portal!!

Dia de Ação de Graças - Calendário Mágico

O Dia de Ação de Graças é comemorado nos Estados Unidos na quarta quinta-feira do mês de novembro e sua celebração talvez seja mais significativa que o Natal. 

Segundo a tradição, o primeiro Dia de Ação de Graças americano aconteceu em 1621, entre os colonos ingleses (peregrinos) que tinham fundado a colônia Plymouth, estado de Massachusetts. 
A festa foi feita junto aos integrantes da tribo Wampanoag, convidados dos colonos. 
Num gesto de delicadeza, os índios levaram comida aos ingleses. 
Mas não há evidências de que os participantes da comemoração tivessem pensado naquilo como uma festa de agradecimentos. 
Só em 1789, por ideia do então presidente George Washington, a data se tornou feriado.
Apesar de a primeira festa datar do século XVII, sua origem provavelmente vem dos festivais de colheita que eram tradicionais em várias partes do mundo desde a idade antiga. 

Muito antes de os europeus estabelecerem-se na América do Norte, no leste europeu já eram celebrados os festivais de colheitas. 
Nas ilhas britânicas, no dia 1º de agosto se comemorava a colheita do trigo. 
Se a safra não tivesse sido boa, o feriado era cancelado.
Outro importante precursor do Dia da Ação de Graças era o costume que protestantes ingleses tinham de escolher datas especiais para agradecer às graças divinas. Isso, no entanto, não acontecia regularmente; eles faziam essas comemorações em épocas de crise ou logo após um período ruim ter passado. 
Essas comemorações eram ocasiões religiosas sérias e pouco se assemelhavam às atuais festas. 
Atualmente, a festa é uma celebração doméstica, centrada na família e no lar.
As manifestações públicas têm espetáculos e paradas. 

TRADIÇÕES DA FESTA


Muitas das tradições associadas ao Dia de Ação de Graças vêm de antigos costumes de celebrações das colheitas de outono. 
Por exemplo, a cesta repleta de alimentos simboliza a fartura de alimentos dessas épocas. 
Muitas comunidades decoram as igrejas com frutas e flores, assim como aconteceu durante séculos nas colheitas de outono da Europa. 
Ao fazer uma festa centrada na preparação e apreciação de um farta refeição, mantém-se a ideia da celebração da fartura. 
Na festa de Ação de Graças, as pessoas , independentemente de suas religiões, agradecem tudo o que conseguiram conquistar durante o ano. As famílias e os amigos se reúnem e comemoram comendo pratos típicos. 
O peru é o mais famoso deles. Além da ave, as pessoas comem batata-doce, purê de batata, milho e torta de abóbora. 
O desfile que sempre acontece em Nova York termina com o surgimento do Papai Noel. 
Ele marca o início das festas de Natal. Instituições de caridade servem refeições aos pobres e mandam cestas de alimentos para pessoas idosas e doentes.

24 de Novembro - Calendário Mágico

Festivas das Luzes de Ísis e Osíris

Celebra-se a união desses 2 deuses.
Boa hora para desfazer o amargor de uma relação que terminou de maneira ruim.
Acenda 2 velas brancas unida por uma linha branca e peça aos deuses que tragam paz e harmonia aos dois.

Conta a lenda que Seth com inveja de Osiris, por este ter herdado o reino do pai na terra, engendrou um plano para matá-lo e assim usurpar o poder.
Quando Osiris dormia, Seth tirou suas medidas e ajudado por 72 conspiradores, mandou construir um esquife com as medidas exatas de Osiris.
Organizou um banquete e lançou um desafio, aquele que coubesse no esquife o ganharia de presente.
Todos os deuses entraram e não se ajustaram.
Assim que Osiris entrou no esquife, Seth o trancou e mandou jogá-lo no rio, a correnteza o levou até a Fenícia.
Ali ficou preso em uma planta até fazer parte do caule, que foi usado para construir uma coluna o "Djed".
Isis partiu em busca do esposo, e após muitas aventuras, conseguiu regressar ao Egito com a caixa, que escondeu em uma plantação de papiro.
Seth a descobriu e cortou o corpo de Osiris em quatorze pedaços, que espalhou pelo Egito.
Novamente Isis parte em busca dos despojos do esposo e dessa vez ajudada pela irmã Néftis, transformadas em milhafres (espécie de ave de rapina, semelhante ao abutre), encontram todas as partes de Osiris, exceto o órgão genital, que havia sido devorada por um peixe, o Oxirincos.
Isis foi ajudada por Anubis que embalsamou Osiris, e este tornou-se a primeira múmia do Egito.
Utilizando seus poderes mágicos, Isis, conseguiu que Osiris a fecundasse e dessa união nasceu Horus.
Seth iniciou uma luta pelo poder que envolveu todos os deuses.
Por fim o próprio Osiris a partir do outro mundo, ameaçou mandar levantar todos os mortos se não fosse feita a justiça.
Rá e um tribunal de deuses estabeleceram que a sucessão fosse hereditária, e assim, Hórus pôde reinar.
Dessa maneira o Faraó em vida convertia-se em Hórus e ao morrer identificava-se com Osiris, o soberano do Além, considerando-se igual ao deus.

20 de Novembro - Calendário Mágico

Dia de Mawu

Na África, Mawu é a criadora suprema e pode enviar-nos mensagens através dos sonhos. Hoje, acenda uma vela prateada para Mawu e durma com um objeto de prata sob o travesseiro. Mawu lhe enviará um sonho.

18 de Novembro - Calendário Mágico

Dia de Ardvi Sura

Esta é a Deusa das Estrelas para os persas.
Nesta noite coloque água mineral em um copo de cristal e deixe que a estrela mais brilhante (Ardvi Sura) reflita-se nela.
Este é um presente da Deusa.
Tomando a água "brilhante" você receberá as bênçãos da Deusa e uma luz especial passará a acompanhá-lo. Boa sorte!

17 de Novembro - Calendário Mágico

Dia dos Kelpies

Os kelpies são elementais em forma de cavalos do mundo faérico.
Dizem que os Kelpies podem mudar de tamanho e atravessar portais.
Neste dia, deixe alguns cubos de açúcar em sua janela.
Isso atrai os Kelpies, que, agradecidos, trarão boa sorte e deixarão bons fluidos em toda a casa.

16 de Novembro - Calendário Mágico

Noite de Hécate

Rainha da noite e Senhora das Bruxas na mitologia grega, pode ser nossa grande aliada para superarmos obstáculos. Escolha um anel de prata e consagre-o na chama de uma vela marrom. Mentalize todos os problemas que deseja eliminar. Use o anel até vencer seus desafios. Obs.: Lembre-se de nunca desejar o mal a ninguém! A Magia Natural só aceita desejos corretos.

15 de Novembro - Calendário Mágico

Festival de Feronia

Feronia é outra deusa dos bosques e florestas da mitologia romana e é mais um aspecto da Mãe Natureza. Hoje, magnetize uma planta com todo o seu amor e ofereça-a a alguém. Tudo em magia consiste em se colher mais tarde o que se planta agora.

14 de Novembro - Calendário Mágico

3ª Noite da Magia Azul (Intuição)

Hoje, faça um ritual que aumente o seu poder intuitivo.
Coloque numa bacia (ou no seu caldeirão) um pouco de água da fonte (mineral) ou da chuva com anilina azul.
Coloque também uma pedra azul (já limpa).
Jogue algumas pétalas de flores azuis na água e invoque as fadas para que aumentem a sua vidência e sensibilidade.
No dia seguinte, jogue a água num jardim e guarde a pedra encantada pelas fadas.

13 de Novembro - Calendário Mágico

2ª Noite da Magia Azul (Amor)

Hoje, as fadas azuis podem ser chamadas para resolver uma questão de amor.
Deixe na janela um copo azul com uma flor azul e salpique sobre a flor um pouco de açúcar com anilina azul.
Peça às fadinhas que tragam uma melhor fase de amor para você.

12 de Novembro - Calendário Mágico

Primeira Noite da Magia Azul (realização)

Dizem que nas noites azuis as magias feitas com elementos azuis são bem sucedidas, pois as fadas azuis estão visitando a Terra, colocando a sua magia em tudo.
Escreva ou desenhe o seu pedido em um papel azul e queime-o em uma vela azul

10 de Novembro - Calendário Mágico

2º dia do Festival de Nicneven

09 de Novembro - Calendário Mágico

1°dia do festival de Nicneven

Esse festival da tradição escocesa dura 2 dias e homenageia Nicneven (brilhante), um dos aspectos da Deusa Diana Caçadora.
Hoje, celebre esse antigo festival caçando seu desejo.
Peça a alguém para esconder um objeto.
Você terá 2 dias para encontra-lo.
Quanto mais rápido encontrar, mais depressa o seu desejo se realizará.

Pesquisa Net : blog da Ju: juboop.blogspot.com

Festival Pagão Escoces para homenagear a Deusa do Panteão Celta - Nicneven, que é um dos aspectos da Deusa Diana.
Ela atravessa os ares junto aos seus seguidores, as 9 horas dos dias 9 e 10 de novembro, ela determina o fim da colheita, no antigo Halloween, como um antigo poeta descreveu, fazendo-se a si mesma visível para os mortais nesta noite.
Um de seus outros aspectos pode ser o de Filha de Frenzy, um aspecto da Deusa Tripla Morrigan.
Conhecida como a "Divina"; a "Brilhiante".
Uma Deusa Bruxa de Samhain.
Durante a idade Média ela era chamada de Dama Habonde, Abundia, Satia, Bensozie, Zobiana, e Herodiana.
Ela governa os reinos da magia e feitiço e também representa o iminente início do inverno.
Dizem que quando o Sol se põe em Samhain, Nicneven atravessa o outro mundo através do lar de Manaan Mac Lir que fica abaixo do mar e parte então o véu,ou portal, do outro mundo.
Então os ancestrais podem estar presentes em Samhain.
Há um cântico para Nicneven no Samhain.

"Segure um copo de "mead" (ou sua bebida favorita) aos céus e clame...
Niceneven!
Nicneven!
Rainha da Noite de Samhain !.....
Eu te invoco!
Eu peço em sua graça que você parta o véu da noite!
Assim como nos prestamos homenagens aos seus ancestrais
Nós homenageamos a você que os guia até aqui!!
Beba conosco e esteja em paz!!!

É uma cerimônia de resultados inacreditaveis!

Ela passeia pelos céus da noite em uma vassoura de palha no Samhain.
Devido as mudanças do calendário, esta antiga tradição pode ser vista como realizada nesta noite.
Na magia e nas tradições celtas, esta é a data do Ano Novo - um tempo quando os véus entre os dois mundos caem e os espíritos podem se comunicar com os vivos.
Esta magia ainda está viva através de costumes, como esculpir uma abobora ou nabos para a proteção e para iluminar o caminho para que os espíritos familiares se unam a nós nesta celebração.
Na tradicao druídica, Samhain era um tempo para retificar todas as matérias que causam a discórdia.
Nicneven pode lhe conferir uma cola mágica com este propósito.
Peque um pequeno pedaço de papel branco no qual você tem que escrever a razão conflitante deste relcionamento, então queime em qualquer chama de Halloween (na vela da abobora, nos fogos de rituais, etc).
Assim como você fez, peça a Nicneven para impregnar de poder este feitiço e para destruir a negatividade completamente.
Para inspirar a misericórdia de Nicneven ou, para uma atitude mágica, faça os costumes tradicionais de Halloween - tortas de maçã, por exemplo, trazem sagacidade. Lascas de cidra de maçã trazem enegia mágica.
E raízes de colheita provem fundações sólidas e proteção contra criaturas mágicas.

08 de Novembro - Calendário Mágico

Dia de Gwynn Ap Nudd

Neste dia, pela tradição de Gales, celebrava-se o dia de Gwynn Ap Nudd, o lorde do país das Fadas que, nesse período, abre as portas do mundo mágico e permite que suas fadas realizem alguns desejos dos mortais que mereçam. Coloque 3 flores azuis em um vaso e um prato com mel na janela durante a noite. Escreva o seu desejo num papel azul e deixe sob o vaso e o pires.

07 de Novembro - Calendário Mágico

Festival de Kami

Kami é uma divindade japonesa que ajuda as mulheres a preparar os alimentos.
A cozinha é uma das principais áreas de atuação de quem lida com magia, pois é lá que a alquimia acontece.
Hoje, escolha um bolo diferente e libere a sua criatividade realizando na cozinha a alquimia que você pode realizar também na sua vida.






Compre a sua Agenda Mágica Permanente!!!
Enviamos para todo o Brasil!
entre em contato pelo e-mail: 
mirhyamcanto@uol.com.br e peça a sua!!! 

Para retirada no Espaço d'Luz e Paz (agende horário pelo telefone: (11)2296-9255):
R$ 21,00 (sem a Ecobag) 
e R$ 27,00 (com a Ecobag)
Para envio: 
Poderá ser paga por depósito bancário antecipado(dados da c/c estão ao lado esquerdo do blog)  
informações trocadas via e-mail: mirhyamcanto@uol.com.br
Valor R$24,00 somente a agenda
 Valor R$28,00 com a ecobag Blessed
(envio já incluído) !!!
 ou 
 através do PagSeguro:
(R$25,00 sem a ecobag)










(R$29,00 com a ecobag)












Gratidão por estar visitando meu blog!! Volte sempre!!

02 de Novembro - Calendário Mágico

Festival das fadas da noite Finados

As fadas da noite facilitam as coisas e retiram obstáculos em todas as áreas da vida.
Para agradá-las, coloque um pratinho com mel com algumas pétalas de flores na janela e visualize as fadas aproximando-se.
Peça a elas para abrirem seus caminhos ou desembaraçarem algum negócio.
Lembre-se com gratidão e alegria de seus antepassados.

01 de Novembro - Agenda Mágica

Dia de Cailleach

Outra deidade que encarna a terceira face da deusa. Cailleach é a destruição do que não serve mais.
Hoje escreva tudo o que você não deseja mais na sua vida e queime tudo em uma vela escura.
Depois lave as mãos com água e sal.















Celebração, no Egito, do quinto dia de Isia, o encontro do corpo de Osíris por Ísis e Nephtys.
Procissões de barcos levavam as réplicas de Osíris morto para seus templos.
As pessoas choravam e lamentavam sua perda.
A dor de Ísis causava a seca do rio Nilo.

No calendário cristão, celebra-se o Dia de Todos os Santos, criado no século II para assimilar as antigas celebrações celtas de Samhain.
As fogueiras foram trocadas por velas e as antigas divindades foram substituídas por todos os santos.

Na Bretanha, neste dia, ofereciam-se bolos, vinho e leite nos túmulos dos entes queridos; a família permanecia em vigília a noite toda à luz das tochas, que iluminavam o caminho das almas que retornavam para comemorar junto com os parentes vivos.

Nos países eslavos e nórdicos, havia verdadeiros banquetes nos cemitérios confraternizando os mortos e os vivos.

Na Escandinávia, faziam-se rituais e oferendas, invocando as deusas Hel, a senhora do mundo das almas e Tuonetar, a Rainha dos Mortos, para que elas cuidassem e orientassem as almas durante sua passagem e espera para uma nova reencarnação.

Na Inglaterra, as pessoas oravam enquanto comiam os bolos de oferendas ainda quentes. Depois, saíam às ruas coletando dinheiro para preparar as celebrações comunitárias. Esse hábito degenerou nos atuais costumes de Halloween, nos Estados Unidos, com as brincadeiras de “trick or treat”, com as crianças indo de casa em casa pedindo doces, frutas e moedas.
Esse costume lembra as antigas crenças de oferecer “subornos” aos espíritos zombateiros e aos seres elementais para que eles não perturbassem as celebrações.


Na Irlanda, comemoravam-se as Banshees, espíritos ancestrais femininos que choravam anunciando que alguém em suas antigas famílias havia morrido.
As pessoas temiam que essas Fadas Escuras pudessem raptar ou prejudicar os mortais. Para repeli-las, usavam objetos de ferro.
Para conquistar sua boa vontade, faziam-se rituais, acendendo fogueiras e fazendo oferendas.
As chaminés das casas eram limpas e o fogo era mantido aceso o tempo todo, aquecendo e iluminando os espíritos familiares que vinham visitar sua antiga moradia.
As pessoas jogavam nozes, avelãs e maçãs nas fogueiras buscando presságios e fazendo adivinhações para o resto do ano.
 
Dia consagrado a todas as deusas “escuras” como Cailleach, Cerridwen, Ereshkigal, Hécate,
Hel,
Kali, Morrigan, Nephthys, Oya,
Samia,
Scota,
Sedna e Tara.

Dia considerado extremamente nefasto para casamentos, atraindo azar, trazendo divórcio ou viuvez.

texto copiado de Teia de Thea

30 de Outubro - Calendário Mágico


Dia de Morrigan

Patrona das sacerdotisas e bruxas na tradição celta. Morrigan rege nossas batalhas internas, quando uma parte de nós deve morrer para que outra viva. Neste dia, acenda uma vela escura e um incenso de absinto, pedindo por renovação. Quando essa vela acabar, acenda uma outra de cor laranja, pois representa uma nova fase, muito melhor, que está começando para você