Grande Fraternidade Branca


1º RAIO — AZUL
VIRTUDES — Vontade Divina, fé, felicidade, equilíbrio, paz e criação cósmica. DESENVOLVE — Iniciativa, proteção, poder, força interior, perseverança. PERTENCE — Poder Executivo. ARCANJO — Miguel e Fé. ELOHIM — Hércules e Amazon. MESTRES — El Morya e Miriam, passando para o Lord Sírius o encargo divino. CARACTERÍSTICAS NOS SERES NÃO EVOLUÍDOS: Voluntariedade, agressividade, desejo de dominar. Este raio tem sido utilizado pelas forças involutivas junto da energia do vermelho, também desvirtuada, para controlar e manipular a humanidade frente a baixas vibrações. Muitos canais vibram com esta energia diante da ação dos Mestres El Morya e Miriam, que agora Lord Sírius passa a manifestar para a atualização da nova ramificação do espectro azul dentro dos atuais 22 raios.

2º RAIO — AMARELO (na tonalidade Amarelo-Dourado)
VIRTUDES — Inteligência, iluminação interior, sabedoria. DESENVOLVE — Sabedoria, intuição, força mental. PERTENCE — Maestros e estudantes. ARCANJO — Jofiel e Constância. ELOHIM — Cassiopéia e Minerva. MESTRES — Lanto e Kwan Yin. CARACTERÍSTICAS NOS SERES NÃO EVOLUÍDOS: Orgulho intelectual, acúmulo de informações por parte das pessoas que empregam o mental e deixam de utilizar o cardíaco, considerando isso fraqueza. Está relacionado ao despertar da Chama Trina nas pessoas mais sensíveis, que estão se espiritualizando.

3º RAIO — ROSA
VIRTUDES — Amor, pureza, beleza, opulência, coesão. DESENVOLVE — Amor divino, tolerância, adoração por tudo aquilo que o cerca. PERTENCE — Pacifistas e árbitros. ARCANJO — Chamuel e Caridade. ELOHIM — Orion e Angélica. MESTRES — Lady Rowena e Paulo Veronezi. CARACTERÍSTICAS NOS SERES NÃO EVOLUÍDOS: Amor carnal, excesso de sensualidade, libertinagem, desequilíbrio psíquico. Este aspecto está sendo equilibrado pela ação de Krishna e Mihael do 15º Raio Rosa-Choque, que é uma divisão direta do 3º Raio Rosado.

4º RAIO — CRISTAL
VIRTUDES — Ascensão, pureza, ressurreição. DESENVOLVE — Artes, música, pintura. PERTENCE — Artistas em geral (os mais espiritualizados). ARCANJO — Gabriel e Esperança. ELOHIM — Claridade e Ashtréia. MESTRES — Serapys Bey e Lis. CARACTERÍSTICAS NOS SERES NÃO EVOLUÍDOS: Vícios, boemia, pessoas sem amor espiritual pela vida, colocam nos outros a culpa daquilo que elas não querem enxergar, e não aceitam seus defeitos. O Raio Marfim Radiante de Gautama ajuda estas pessoas, associado ao Cristal, a restaurar o equilíbrio interno e a resolver a polaridade psíquica que essas pessoas não controlam. O Raio Marfim é na realidade uma subdivisão do Raio Cristal e Branco.

5º RAIO — VERDE
VIRTUDES — Verdade, cura, consagração, concentração. DESENVOLVE — Ciências em geral ou específicas, principalmente a medicina. PERTENCE — Médicos, inventores e músicos. ARCANJO — Mãe Maria e Raphael. ELOHIM — Vista e Cyclope. MESTRES — Hilarion e Matilde. CARACTERÍSTICAS NOS SERES NÃO EVOLUÍDOS: Ateus, de um modo geral. Isso se manifesta devido à origem do amarelo, que lhes concede elevado poder analítico de questionamento e ao azul de criação. Este importante raio está subdividido de forma a atuar de maneira mais dinâmica neste atual processo de reintegração crística para a humanidade presente nas múltiplas realidades da Terra e do Sistema Solar como um todo.

6º RAIO — OURO-RUBI
VIRTUDES — Paz, fé interior, graça, providência, adoração. DESENVOLVE — Culto devocional, serenidade e paciência. PERTENCE — Sacerdotes, senadores. ARCANJO — Uriel e Graça. ELOHIM — Paz e Pacífica. MESTRES — Nada e Tudo. CARACTERÍSTICAS NOS SERES NÃO EVOLUÍDOS: Fanáticos, religiosos, pessoas esnobes, esta energia psíquica da humanidade está sendo explorada por grupos involutivos e por grandes mestres de luz, para direcionar as pessoas incultas e emocionalmente inocentes no atual processo de depuração energética do planeta. Uma grande batalha que Uriel e Graça transmutam diariamente unidos ao potencial de Paz e Pacífica no despertar da humanidade de forma ativa dentro dos corpos sutis das humanidades presentes na Terra.

7º RAIO — VIOLETA
VIRTUDES — Transmutação, misericórdia, libertação, perdão. DESENVOLVE — Cultura, refinamento, diplomacia, prudência. PERTENCE — Místicos, diplomatas, damas e cavalheiros. ARCANJO — Ezequiel e Santa Ametista. ELOHIM — Arcturos e Rítmica. MESTRES — Saint Germain e Pórtia (Neida — Deusa da Oportunidade). CARACTERÍSTICAS NOS SERES NÃO EVOLUÍDOS: Vaidade, usura. Raio de maior atuação no planeta, para transmutar e requalificar todas as energias de cura e de reintegração com o Cristo, desde o plano molecular até o psíquico, emocional e mental das humanidades presentes na Terra.

8º RAIO — BRANCO
VIRTUDES — Supremacia espiritual, iluminação e despertar cósmico. DESENVOLVE — Ascensão, conhecimento, disciplina, mestria cósmica, proteção. PERTENCE — Líderes (interligam-se diretamente ao 4º Raio). DISTRIBUIDOR — Paulo Veneziano. DEVA — Dorniel. DIRETORES — Ossok e Liberdade. Este Raio está direcionado de forma a complementar todos os 22 Raios atualmente voltados para a Terra, pois ele contém o potencial de todo o espectro de cores de Alfa & Ômega; por essa razão é um ponto de encontro de todas as energias sutis de resgate planetário dos orbes de luz atuantes na Terra, através dos avatares, emissários encarnados e das hostes maiores de luz extraterrenas e multidimensionais.

9º RAIO — ROSA-VIOLETA
VIRTUDES — Beleza, pureza, diplomacia. DESENVOLVE — Transmutação física. PERTENCE — Naturalistas, economistas. DISTRIBUIDOR — Zecer DIRETORES — Jerevox e Ananda. Este Raio está relacionado com a nova codificação do DNA e toda a transmutação celular que se processa com o aumento das radiações solares, que deverão se intensificar a cada dia mais. Este raio ajuda no processo de cristalização dos aspectos divinos de imortalidade sobre a codificação original que deve ser inserida em milhões de humanos na virada de milênio.

10º RAIO — DOURADO
DESENVOLVE — Amor universal, transmutação cósmica. PERTENCE — Hoste angélica e Seres extraplanetários. DISTRIBUIDOR — Oromassis. DEVAS — Alvorada e Ismael. DIRETORES — Oros e Chama. Também presente de forma poderosa neste momento, foi a energia que anunciou a presença direta do complemento Mahatma para nossa humanidade, unindo-se ao aspecto crístico e búdico da Consciência Crística Universal, que é trina unida à energia Mahatma. Uma poderosa força de reintegração e despertar para todas as formas de vida deste Sistema Solar. O Raio Dourado manifesta amor e transmutação acima dos padrões comuns que podem ser concebidos pela mente humana, mas que estão no poder de amar que cada ser possui, ativando a sua Chama Trina. Esta transformação complementa diretamente a Chama Violeta e sutiliza todas as energias diretamente na Fonte dos registros no corpo Causal, reabilitando essas energias diante da Presença Eu Sou de cada ser, pois o dourado ativa o poder de realinhamento geométrico de cada elemental do universo, purificando com isso as energias cármicas. Deve ser usado em parceria com o Violeta.

11º RAIO — VIOLETA-PRATA-DOURADO
DESENVOLVE — A união dos Raios Gêmeos. PERTENCE — Os representantes da Nova Era de Ouro. DISTRIBUIDOR — Surya. DEVAS — Erniel e Gemili. DIRETORES — Apolo e Diana. Restabelece a ordem crística das partículas presentes na Terra com a sua contraparte sideral, que nem sempre necessita estar encarnada. O equilíbrio que o Raio Marfim magnetiza está relacionado com este raio de união e de amor, pois a nova realidade terrena dentro da 5ª Dimensão que, em breve, se manifestará para milhões de humanos da atual realidade, exige a participação da outra parte divina. O Eu Sou está diretamente ligado a esse processo que Apolo e Diana coordenam para acelerar os processos intrínsecos de cada discípulo da luz e de toda a humanidade de forma geral.

12º RAIO — AZUL-PRATEADO
DESENVOLVE — Amor universal. PERTENCE — Templos diversos. DISTRIBUIDOR — Voltica Parcos. DEVAS — Salatiel e Pureza. DIRETORES — João e Maria. Energia de partida para a ação do 17º Raio Prateado, pois somente com o poder do Raio Azul-Prateado é possível reestruturar as malhas magnéticas do planeta e da humanidade, permitindo assim que o GNA seja inserido pela via espiritual para as camadas mais densas de cada ser humano. Assim, este raio está ligado ao processo de despertar de uma nova realidade genética e criadora, na qual a 5ª Dimensão é a perspectiva de ação desta nova raça que tem sido plasmada pelos orbes maiores.

13º RAIO — CORAL-SALMÃO
DIRETORES — Hélios e Vesta DESENVOLVE — O Resgate dos cetáceos e almas de Sírius na Terra, ajudando no plano emocional a ser restabelecido nas interações com Alfa e Ômega e os outros membros da Galáxia. Muitas formas de vida presentes na egrégora da Terra são de Sírius e devem se reintegrar com a Mônada maior desse sistema estelar, que é importante no contexto sideral, assim como os outros.

14º RAIO — VERDE-HORTELÃ
DIRETORES — Vida e Quântica. DESENVOLVE — Reconstituição da biosfera, cura do meio ambiente planetário. Este raio está diretamente sob a ação do 5º Raio e dos seus mestres, porém foi efetuado um desdobramento para permitir uma maior dinâmica na ação das energias e grupos do espectro verde. A ação de cura é muito mais abrangente do que pode ser interpretado pela mente humana, tudo que visa à harmonização do universo é um meio de cura.

15º RAIO — ROSA-CHOQUE
DIRETORES — Krishna e Mihael. DESENVOLVE — Sublimação da energia sexual e transmutação das energias inferiores; trata-se de uma radiação que busca reequilibrar o aspecto sagrado do ato sexual e da sua real importância na dispersão energética nos corpos superiores e sutis que cada casal ativa com a energia sexual. O amor é a grande chave deste raio, pois somente através do verdadeiro amor é possível a sublimação real dos instintos sexuais em amor iluminado. Estes Mestres e Deuses Criadores da estrutura arcangélica, inseridos na consciência global de Micah, são manifestadores deste resgate devido à sua ação na Terra com as três primeiras raças-raízes. A energia de ambos tem sido desvirtuada pela ignorância, eles voltaram para resgatar junto a seus antigos afilhados a verdadeira energia a ser inserida na estrutura global quanto ao potencial do sexo e das energias divinas que geram vida; o poder de gerar vida está diretamente inserido nesse contexto junto a essas divindades maiores de puro amor crístico e búdico que elas representam nas escalas maiores.

16º RAIO — MARFIM-RADIANTE
DIRETORES — Sidarta Gautama. DESENVOLVE — Equilíbrio da polaridade e o caminho do meio para a iluminação pessoal, como ele apresentou para a humanidade; este raio ativa o despertar crístico, pois a energia búdica é um passo para a sabedoria rumo à consciência crística da presença Eu Sou e do Cristo Cósmico que fica logo acima do Eu Superior ou Eu Sou. Este raio é um dos que maior dispersão sofre neste momento do salto quântico, pois a humanidade conturbada e perdida dentro da polaridade tão ativa, deve se render ao amor interno e buscar as respostas dentro de sua egrégora na Chama Trina, que irradia este raio mediante a sublimação com o Dourado e o Branco que o Eu Sou irradia constantemente para os corpos inferiores até o plano físico. O Senhor Gautama, que acumula diversos cargos espirituais, possui uma grande equipe de seres búdicos que sustentam a ascensão da Terra junto com as energias de Sananda e de toda a equipe espiritual da Fraternidade Branca e das outras Fraternidades de Luz aqui presentes. Krishna e Mihael estão diretamente atraídos e atuantes com este raio, pois para sublimar a energia sexual em amor universal deve-se empregar o potencial da energia búdica do Marfim-Radiante para que seus discípulos e a humanidade aprendam a se desprender das forças involutivas que utilizam o sexo como fontes de renda e de massificação intelectual da humanidade de forma geral. Existe um trabalho em equipe, por parte dos 22 Raios e dos 44 Mestres e Diretores para a elevação da consciência planetária como um todo.

17º RAIO — PRATEADO
DIRETOR — Anjo HE DESENVOLVE — Suporte da vida na matéria, ligação com o cordão prateado planetário, este Raio tem por objetivo restaurar a conexão divina do cordão prateado planetário e de todas as formas de vida nele existentes, pois é através dele que o aspecto físico recebe a implantação do GNA, oferecido à humanidade neste momento de transição. Este anjo da cabala faz a ancoragem de uma equipe de limpeza no plano astral denso para que as energias obsessoras não interfiram mais no desenvolvimento da consciência crística que está sendo sustentada e ampliada pela orbe maior. Sua função é colaborar com a hierarquia do 5º Raio diretamente com Mãe Maria, Rafael, Cyclope, Vista, Hilarion e Matilde na dispersão das forças iluminadas de coesão da luz de cada ser mediante o aumento do fluxo do cordão prateado de forma a potencializar as mudanças genéticas, que se revertem nos aspectos mental, emocional e psíquico da humanidade, no caminho da reintegração com o Cristo interno e com o salto quântico que está sendo processado por cada um de nós nos níveis internos.

18º RAIO — VERMELHO-VENEZIANO
DIRETORES — Orbamal e Andebaran. DESENVOLVE — Alinhamento e transmutação da Kundaline, renovação do magnetismo; está relacionado com a renovação da estrutura emocional e despertar de consciência, ancorando as novas matrizes do DNA, que também são enviadas pela Kundaline planetária, pois essa energia é um aspecto crístico da Mãe Terra, que é a outra polaridade que garante a dualidade cósmica em nossa realidade física e sutil neste planeta. Este vermelho é um realinhamento dos verdadeiros valores com a consciência planetária visando um bem-estar com a mãe que nos sustenta e uma intenção direta com tudo o que ela gera em nossas vidas. A renovação dos valores da Kundaline é um aspecto importante no burilamento da nossa consciência rumo à reintegração com nossos irmãos estelares, pois para a Federação e as consciências que buscam o Cristo, deve-se integrar o aspecto da Kundaline como algo divino e belo, pois é a sustentação da Mãe Criadora que garante a estabilidade nesta realidade e nas que se seguem antes de voltarmos ao núcleo espacial junto com o Eu Sou de cada um e integrar assim as esferas maiores das hierarquias celestes do espírito.

19º RAIO — LARANJA VULCÂNICO
DIRETORES — Lamudiel e Magnetron. DESENVOLVE — Cura magnética sísmica, alinhamento das placas tectônicas e telúricas da Terra, um processo de reestabilização das forças internas da Terra, frente às ações nucleares da humanidade; uma energia de cura planetária e de recondicionamento da consciência planetária, que por sua vez se acopla diretamente à transformação da Kundaline, unindo forças com Orbamal e Andebaran que são arquétipos do mundo dos Elohim secundários que vivenciaram processos semelhantes em milhares de mundos desta Via Láctea, junto com seus companheiros Lamudiel e Magnetron, que foi amigo de Sandalfon em inúmeras tarefas de restauração atômica da malha temporal da Terra e de outros mundos; unem suas forças para restabelecer a ordem planetária para um novo ciclo, após o salto quântico, onde novas energias e forças gravitacionais far-se-ão presentes, resgatando no agora eterno presente o potencial crístico da Terra para que possa efetuar um salto harmônico sem maiores mudanças catastróficas como muitos têm vibrado. Este aspecto é importante para garantir as mudanças dentro da lei do amor universal e não pela irradiação dos aspectos emocionais da humanidade, uma purificação planetária e uma depuração de todos os Elementais do planeta estão inseridas nestes raios complementares aos antigos 12 raios.

20º RAIO — LÁPIS LAZULI
DIRETORES — El Morya e Miriam. DESENVOLVE — Conexão com a Fonte na mônada pessoal, regresso ao cosmos através da nova codificação criativa que está sendo irradiada por toda a fraternidade sideral para este mundo, pois cada um é filho do Criador, e todos têm o direito de se reintegrar ao mesmo. Os Mestres Morya e Miriam continuam atuando no 1º Raio Azul que se desmembrou para permitir uma maior atuação dinâmica sobre todos os aspectos a serem irradiados neste ciclo terreno. Lord Sírius, que está atuando como Chohan do 1º Raio é uma contraparte direta de El Morya e Miriam; portanto, para muitas pessoas nada mudou, pois a mudança só existe nos planos maiores onde se direciona uma nova proposta das radiações para o despertar da humanidade. Esta conexão é feita através da radiação crística de cada Eu Sou via cordão prateado e dourado de cada ser e via sublimação das energias densas que cada ser humano gera no dia-a-dia. Por essa razão é uma energia para meditação e introspecção profunda, onde poderão ser desvelados os véus de Maya que cada um possui em sua vida diária. Quando a energia da Mônada de cada ser se aprofunda dentro da intuição, existe uma conexão direta com estes mestres e revelações de importância são manifestadas no plano psíquico e emocional, que passam a permear a realidade mental de cada ser; isso é ativado através das meditações contemplativas e das meditações ativas de interiorização que devem ser efetuadas para o despertar pessoal. Morya e Miriam continuam atendendo dentro do espectro azul, portanto ativem seu potencial de visualização nesta nova cor e terão novas revelações sobre seu maravilhoso trabalho junto à humanidade terrena e estelar, que vem buscar seus parentes encarnados, para leva-los de volta a seus mundos originários.

21º RAIO — VERDE ÁGUA-MARINHA
DIRETORES — Ocean e Maria. DESENVOLVE — Cura emocional, psíquica, cura das águas, despoluição telúrica magnética da barreira de freqüência planetária. Este novo raio, que sempre existiu, foi desmembrado para dinamizar melhor as tarefas do 5º Raio Verde, tem à frente Mãe Maria e Ocean que é um outro aspecto divino do amado Arcanjo Rafael na transmutação direta das energias desarmônicas do elemento emocional, junto com a energia dos Elohim Cyclope e Vista, formando assim uma nova identidade que se funde com o potencial dos quatro para transmutar e resgatar todo o aspecto da geometria sagrada em cada molécula do planeta Terra e dos seres que nela habitam. Lembrem que o elemento água representa o aspecto emocional do planeta e dos seres humanos também. No atual processo cíclico da humanidade este raio atua de forma poderosa para conter as revoltas e o desequilíbrio que as forças involutivas insistem em gerar e expressar sobre a humanidade, e no plano astral, onde as forças são mais ativas. O trabalho deste raio está relacionado com a Chama Violeta de transmutação de todos os planos sutis que complementam a barreira de freqüência que envolve a Terra.

22º RAIO — ÍNDIGO BLUE
DIRETORES — Shtareer e Eliha. DESENVOLVE — Poder Universal em ação, energia galáctica de dispersão na mudança orbital do Sistema Solar, preparação para o salto quântico solar. Está relacionado com a transformação de valores psíquicos da humanidade e reúne parte de cada um dos aspectos dos raios anteriores, para que uma nova consciência crística e de amadurecimento se manifeste de forma íntegra em cada ser da criação deste Sistema Solar. É uma derivação do Azul do Arcanjo Miguel, portanto está diretamente associado à energia de criação do nosso Logos Solar, que é o Arcanjo Miguel nos planos multidimensionais, unindo a força de Shtareer e Eliha que já efetuaram essas funções em outras localidades de Orvoton e em outros Superuniversos. É a manifestação da vontade do Pai-Mãe Universal direcionada para o nosso quadrante, ligando as energias dos Anciãos dos Dias, dos Melchizedeks e do próprio Micah e Emannuel nos planos multidimensionais para as nossas realidades das 7 Mônadas sustentadas pela Divina Presença Eu Sou, que cada ser possui por decreto divino. Este raio traz ao Sistema Solar a energia sagrada das Mônadas originais de cada raça presente, é um retorno à fonte por parte de milhares de consciências que já estão prontas para seguir rumo a novas diretrizes maiores da divindade que cada uma é. Ser Deus Criador em ação nas múltiplas realidades de forma consciente e onipresente é a tarefa de muitas almas que interagem com este raio sagrado e transmutam as energias pessoais nos outros raios anteriores e rumam a integrar os 49 raios do Sol Central de cada aspecto monádico e crístico; unido à energia Mahatma e búdica, fortalece a união com a divindade maior que cada ser possui diante da ação do ajustador de pensamento.

Que a Luz Crística esteja presente na vida de cada um, ajudando a plasmar um reto pensar e, conseqüentemente, um reto viver.
"Cura Quântica - Um curso de cura estelar" - Rodrigo Romo

Sabat de Litha– Movimento de Alegria e Regozijo!!

Solstício de Verão !!! –Por volta de 21 de junho no hemisfério Norte & por volta de 21 de dezembro no hemisfério Sul

Litha é uma celebração essencialmente do Fogo, assim como todos os ritos de Verão na Wicca. Ocorre no hemisfério Norte por volta de 21 de junho e no hemisfério Sul por volta de 21 de dezembro.
Litha ocorre no Solstício de Verão, momento em que o poder do Sol chega ao seu ápice e as flores, as folhagens e os gramados encontram-se em abundância na Natureza.
É o dia longo do ano, no qual o poder da luz se encontra acima da escuridão, garantindo poder e proteção.
Nesse período celebramos a abundância, a luz, a alegria, o calor e o brilho da vida proporcionados pelo Sol.
Nesse instante o Sol transforma as forças da destruição com a luz do amor e da verdade. Agora o Deus Sol chegou ao seu pico de poder.
Ele é um adulto e tornou-se Pai (dos grãos), devido a sua união com a Deusa em Beltane.
Em toda a sua plenitude e poder ele traz o calor do Verão e a promessa total de fertilização do solo, dos grãos, para que haja uma colheita farta e abundante.
A Deusa foi fertilizada pelo Deus.
Animais crescem livres e sabem que os raios protetores do Sol irão prover suas necessidades. Litha é o auge do poder do Sol, mas prenuncia também o seu declínio.
A partir de agora o Deus Sol começará lentamente a sua caminhada rumo ao País do Verão (Outro Mundo), e morrerá em Samhain. É por isso que em algumas Tradições Pagãs esse Sabbat marca o fim do reinado do Deus do Carvalho (Senhor do Ano Crescente) e o início do reinado do Deus do Azevinho (Senhor do Ano Decrescente), que durará até Yule, no qual será substituído novamente.
Há muitas lendas e ritos que envolvem a noite do Solstício de Verão.
Um dos costumes mais populares em toda a Europa e Norte da África é a Tradição de colher ervas medicinais e mágicas nesse dia, já que a força e o poder mágico estão no auge por causa do momento astral, que contém todo o poder sanador do sol e toda a plenitude da Terra.
As ervas são tradicionalmente colhidas nesse dia para capturar o poder do sol que está em seu apogeu. Visco, basílico e outras inúmeras plantas são colhidos ritualisticamente e usados para preservar a energia nos tempos frios em encantamentos e sortilégios.
Há também uma infinidade de lendas mágicas que nos falam de Antigas Tradições de banhos purificadores e curas milagrosas realizadas nas noites do Solstício de Verão em fontes, rios e cachoeiras.
Acredita-se que tudo aquilo que for sonhado, desejado ou pedido na noite da Litha se tornará realidade.
Os antigos povos da Europa acreditavam que, nessa noite, Puck, Pã e todos os Elfos, Fadas, Duendes e Gnomos andavam correndo pelos campos e florestas e poderiam ser facilmente vistos e contatados.
Nesse dia os amuletos do ano anterior são queimados e novos talismãs de proteção, poções para sonhos proféticos e filtros são feitos para aproveitar o grande momento de poder.
É costume acender uma grande fogueira, continuando a Tradição de Beltane, e pular sobre ela para livrar-se dos infortúnios e negatividade.
Tradicionalmente a fogueira é acesa com a fricção dos gravetos de duas árvores mágicas: o abeto e o carvalho.
Litha é o melhor momento para fazer rituais na praia, ao ar livre, praticar divinação e brincadeiras, assim como cantar em homenagem aos Deuses Antigos, dançar e contar histórias em volta da fogueira.
Essa é a noite do Poder Mágico.

Correspondência de Litha

Cores: laranja, amarelo, verde, azul, branco.
Nomes alternativos: Solstício De Verão, Feil Seathain.
Deuses: todos os Deuses Solares e Deusas da fertilidade.
Ervas: sálvia, menta, basílico, cebolinha, salsa, alecrim, tomilho, hissopo, madressilva, urze vermelha, urze branca, lavanda, samambaia, visco, verbena, musgo, íris, sorveira, carvalho, abeto, pinheiro, sementes de anis, aveleira.
Comidas e Bebidas Sagradas do Sabbat: frutas frescas, vegetais frescos, patê de ervas, pães de cereais, vinho, suco, cerveja e água.
Pedras: rubi, diamante, conchas do mar, quartzo branco, âmbar, citrino, olhos-de-gato, topázio amarelo, turmalina amarela, peridoto, cornalina, calcita.
Atividades:
- Pular uma Fogueira, um Caldeirão com chamas ou uma vela.
- Pintar Runas e outros símbolos mágicos em pedaços de madeira, conchas, papel, pedras; consagra-los e pendura-los em suas portas e janelas para proteção.
- Colher ervas e plantas mágicas nesse dia.
- Fazer um Bastão Mágico.
- Fazer uma Cruz Solar e pendura-la no seu jardim ou porta, decorá-la com elementos da Natureza.
- Fazer uma Coleira de Bruxa (Witch’s Ladder) que represente a necessidade que você precisa alcançar.
- Acender velas, fazer oferendas e libações ao Povo das Fadas.
- Pendurar ervas na lareira, sala e cozinha para secarem.

Fazendo uma Roda Solar:

A Roda Solar é utilizada desde tempos remotos como símbolos do Sol.
É especialmente feita em Litha para representar o apogeu do Sol e colocada na Natureza como oferenda aos elementais ou pendurada em nossa casa como um amuleto protetor.
Para fazer uma Roda Solar você vai precisar de:
· Galhos e ramos maleáveis,
· Fitas e símbolos mágicos relacionados à proteção.

Entrelace os ramos maleáveis fazendo uma circunferência.
No interior dessa circunferência estabeleça uma linha vertical, utilizando mais galhos e ramos. Faça um linha horizontal, cruzando a vertical, formando assim uma cruz de braços iguais dentro da circunferência.
Enfeite sua Roda Solar com as fitas e os símbolos escolhidos.
Pendure-a em uma árvore, numa porta ou parede de sua casa, enquanto diz:

- Pelo Terra e pelo Ar, Pelo Fogo e pela Água,
Esta Roda Solar será pendurada.
Que Ela possa me proteger e todo o mal afastar
E que a Deusa e o Deus possam me abençoar.
Pela fora e pela Magia e pelos poderes das Graças,
Que assim seja e que assim se faça!

Fazendo uma Coleira de Bruxa (Witch’s Ladder):

As penas sempre foram utilizadas em inúmeros propósitos mágicos, e talvez o mais famoso encantamento feito com elas seja a Coleira de Bruxa (Witch’s Ladder).
Três fios de diferentes cores são trançados juntos – as cores dependem do propósito da Coleira de Bruxa – e nove penas, nas cores associadas ao seu desejo, são amarradas ao longo do fio entrelaçado.
Ao final da confecção, una as pontas dos fios.
Use:
Branco: para equilíbrio, proteção, paz e as bênçãos da Lua.
Vermelho: para coragem, vigor, dinamismo, garra, conquista de algo muito difícil.
Azul: harmonia familiar e poderes psíquicos.
Amarelo: saúde, inteligência, sorte nas vendas.
Verde: prosperidade, proteção, abundância.
Laranja: sucesso.
Rosa: amor.
Marrom: conquistas materiais.
Preto: proteção, afastamento da negatividade, neutralização de feitiços.
Durante toda a confecção da Coleira de Bruxa, mentalize o seu desejo e peça aos Deuses o auxílio necessário para alcançá-los.
Pendure a sua Coleira de Bruxa na janela do seu quarto. Quanto mais o vento soprá-la, mais o seu desejo estará próximo de tornar-se realidade.

DEsfrute da alegria do Sol, não existe nada mais mágico, co que ser FELIZ!!!
FELIZ LITHA A TODOS!!




Shantala - um ato de Amor


Qual a importância do toque?

O toque é uma forma primária de contato, conhecimento e comunicação.

Tocar é um modo natural de estar em contato. O toque vai aonde as palavras não alcançam. Por essa razão é muito agradável e gostoso ser massageado.

Além disso, a massagem faz com que haja um compartilhamento de energias entre quem massageia e quem é massageado.

Trata-se de um momento mágico de troca de energia que na prática é até bem simples:

É só fechar os olhos e sentir pele com pele, energia com energia, na que é a mais

antiga, natural e gostosa das terapias, o toque. O toque humano é como um alimento vital para o bebê. Se não houver uma nutrição correta, o bebê será prejudicado. O mesmo acontece com o toque carinhoso. Na falta desse, o desenvolvimento emocional e físico será prejudicado.

O objetivo maior da massagem

É transmitir ao bebê: serenidade, segurança e afeto, através de uma intensa e sentida transferência de amor, por meio de leves toques e doces manipulações no corpo do bebê.

Não existe outro período em que o conhecimento e as habilidades sejam alcançados tão rapidamente quanto no primeiro ano de vida, e esse processo pode ser intensificado através dos estímulos oferecidos pelos pais.

Quando a massagem é usada terapeuticamente, poderá evitar ou diminuir em grande parte os problemas normais de saúde que costumam acometer as crianças de tenra idade.

Que benefícios a massagem Shantala proporciona??

· Desenvolvimento motor, emocional, principalmente, o reforço do vínculo e da segurança através toque da pele.

· Alivia as tensões e a ansiedade.

· Evita o uso de remédios.

· Aumenta a resistência às doenças.

· Melhora o desenvolvimento neurológico (desenvolvimento psicomotor)

· Aumenta o ganho de peso.

· Faz com que haja um melhor funcionamento mental.

· Ajuda no crescimento de relacionamentos emocionais saudáveis.

· Ajuda a acalmar as cólicas e prisão de ventre.

· Diminui estresse entre pais e bebê.

· Tonifica os músculos do bebê, quando, fica deitado por muito tempo.

· Faz com que o bebê tenha um sono bem tranqüilo.

· Ajuda a melhorar o estresse na época da dentição.

· Aumenta a percepção corporal do bebê.

· É excelente para os sistemas circulatório e linfático pois ativa a circulação sangüínea local, dilatando os vasos periféricos, promovendo um melhor aporte sangüíneo e o retorno do sangue das veias para o coração.

· Atua beneficamente regulando a pressão arterial e aumentando a distribuição de sangue para os órgãos internos, músculos, tecidos e as partes do corpo manipuladas.

· Fortalece o sistema imunológico do bebê aumentando o número de plaquetas. de hemoglobinas e das células vermelhas e brancas.

· Melhora o sistema respiratório, ajudando o organismo a expelir toxinas.

· Melhora o sistema digestivo do bebê. Contribui para o contato afetivo e promove a harmonia do bebê com o mundo exterior.

· Traz prazer e sensação de relaxamento ao bebê.

Permitam-se momentos diários de contato pleno com o seu bebê.

Felicidade, nossa herança Divina!!!

Refletindo um pouco sobre o que passamos na nossa caminhada, observei várias situações que merecem ser analisadas...
Se formos fazer uma retrospectiva, geralmente as primeiras lembranças que nos vem à mente são, em geral, de aspecto negativo, como uma doença grave, uma mágoa antiga, uma
frustração, etc...
Somos culturalmente educados para sermos humildes...
Só que essa “humildade” faz com que nunca aceitemos o elogio, como por exemplo, quando alguém nos elogia, e nós, humildemente, dizemos:
- Imagina..., bondade sua...
Desse modo refratamos esse elogio, não nos achando merecedores.
Agora, se somos criticados, logo aceitamos como verdadeira essa opinião e prometemos (a nós mesmos) melhorar, mas ao mesmo tempo, nos deprimimos com isso.
Porque nos comportamos assim ?
Talvez por que necessitemos em demasia da aprovação do outro!
Deixamos que a opinião do outro pese muito mais na balança, do que a nossa própria.
Semeamos coisas em nossa vida que não queremos!!!
Convivemos com a insatisfação, para satisfazermos o outro!!
Mas, ao pensarmos assim, negligenciamos as palavras de Jesus, quando disse:
“Amai a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como A SI MESMO!”
Esquecemos que somos a imagem e semelhança de Deus-Pai, e que somos perfeitos na essência.
Esquecemos que só poderemos doar aquilo que temos em abundância dentro de nós.
Se quisermos doar Amor, devemos ter muito Amor, primeiro por nós mesmos, e depois pela humanidade.
Na prática terapêutica, observo como esses conflitos geram doenças nas pessoas e, toda essa introdução, foi para tentar alertar a todos nós, porque é fácil falar, ou melhor, escrever, mas é muito difícil realmente sentir (ou deixar de sentir...)
Voltando ao AMOR...
Aposto que cada um saberia fazer uma lista daquilo que acha que deveria melhorar, seja fisicamente, emocional ou moralmente.
Mas..., conseguimos enumerar nossas virtudes???
Sejam elas de que tipo forem, na nossa vida cotidiana, na nossa aparência, no nosso relacionamento com os colegas de trabalho, na família, etc.
Vamos nos lembrar, Deus nos imaginou como um ser feito à Sua Imagem e semelhança, portanto repleto de atributos divinos e únicos que, (aposto) nós não usamos, nem reconhecemos que possuímos.
Como nós poderemos amar ao próximo, se, com a pessoa mais importante do Universo, que somos nós mesmos, só agimos geralmente nos denegrindo e nos maltratando??
Os antigos orientais, que nos deixaram as bases da Medicina Tradicional Chinesa já nos ensinaram...
O que nós fazemos com a Raiva?
Se for constante, poderá causar problemas no Fígado, na Vesícula Biliar.
Se for muito forte e intensa devido a algum dissabor, poderá levar a uma dor de cabeça muito forte, ou até a um AVC (derrame).
Se nós ficarmos remoendo essa raiva ou estresse, desencadearemos uma bela Gastrite!!
Vejamos bem...
Nem precisamos de inimigos...
Conseguimos o grande feito de nos destruirmos, sem a ajuda de ninguém!!!
Em contrapartida, porque não nos cuidamos?!
Vamos procurar não deixar o exterior influenciar tanto nas nossas emoções.
Vamos perdoar as atitudes dos outros.
Geralmente, não nos compete a mudança dessas atitudes, mas temos a obrigação de olharmos para elas de um modo que não nos afete tanto.
Façamos sempre o melhor ao nosso alcance e poderemos ficar em Paz.
Em relação aos outros...
Cabe unicamente a cada um (e não a nós), a responsabilidade pelo que fazem ou deixam de fazer.
Não nos responsabilizemos pelos outros (a não ser que seja um bebê, que ainda não desenvolveu sua capacidade de caminhar sozinho...).
Também, não se melindre.
Nós respondemos e somos única e exclusivamente responsáveis por nós mesmos.
O dano que causamos em nós agora, repercutirá em nós, num futuro, portanto, prestemos atenção:
Muita mágoa, já ficou comprovado cientificamente, ajuda no processo de manifestação do câncer.
Queremos isso??
Se tivermos uma mágoa, vamos prestar atenção e ponderar:
Toda vez que lembramos da situação que nos magoou, a ferida volta a se abrir, não importando se faz 1 ano ou 50 anos...
Sendo assim, perdoemos a situação, a nos mesmos , e perdoemos o outro.
Se necessário, vamos escrever todos esses sentimentos em relação ao fato, vamos tirar de dentro de nós e colocar tudo no papel...
Depois, vamos queimar essas folhas e observar como nos sentimos mais leves...
Pensemos em tudo isso,
Sempre é tempo de mudarmos para sermos felizes, pois a felicidade é a nossa herança!
Com carinho, muita Luz e Paz,
Mirhyam

AO TODO QUE ESTÁ EM TUDO


Quando os antigos iniciados celtas admiravam os momentos mágicos

do alvorecer e do crepúsculo, costumavam dizer:

- “Isso é um assombro!”

E assim era para todas as coisas consideradas

Como manifestações grandiosas da Natureza e

do ser humano.

Ver o brilho dos olhos da pessoa amada,

a beleza plácida da lua,

a alegria do sorriso do filho, ou

o desabrochar de uma flor, eram eventos maravilhosos.

Então, eles ousavam escutar os espíritos das brumas, que lhes ensinaram a valorizar o Dom da vida e a perceber a pulsação de uma PRESENÇA em tudo.

A partir daí, eles passaram a referir-se ao TODO QUE ESTÁ EM TUDO como a PRESENÇA que anima a Natureza e os seres.

Se a luz da vida era um assombro de grandiosidade...,

maior ainda era a maravilha da PRESENÇA que gerava essa grandiosidade.

Perceber essa PRESENÇA em tudo era um assombro!

E saber que:

o sol,

a lua,

o ser amado,

os filhos,

as flores e

a Natureza eram expressões maravilhosas dessa totalidade,

levava os iniciados daquele contexto antigo da Europa a dizerem:

- “Que assombro!”

Hoje, inspirado pelos amigos invisíveis celtas, deixo registrado aqui nesses escritos o “terno assombro” que sinto ao meditar na PRESENÇA que está em tudo.

E lembro-me dos ensinamentos herméticos inspirados no sábio estelar Hermes Trismegisto, que dizia no antigo Egito:

- “O TODO está em tudo! O Inefável é invisível aos olhos da carne, mas é visível à inteligência e ao coração.”

O TODO ou A PRESENÇA, tanto faz o nome que se dê.

O que importa mesmo é a grandiosidade de se meditar nisso; essa mesma grandiosidade de pensar nos zilhões de sóis e nas miríades de seres espalhados pela vastidão interdimensional do Multiverso, e ...

de se maravilhar ao se perceber como uma pequena partícula energética consciente e integrante dessa totalidade, e poder dizer de coração:

- “Caramba, que assombro!”

Wagner Borges

(27/102006)